Debruçar-nos sobre a Palavra

Para a Celebração eucarística, tivemos a alegria de ter conosco o padre Vincenzo Marras, novo superior provincial dos Paulinos da Itália.

Comentando o Evangelho da Transfiguração, pe. Vincenzo acentuou o valor da escuta: «Este é o meu Filho, o amado: escutem-no!» (Mc 9, 7), relacionando-o com o nosso tema: Habitadas pela Palavra, traçamos caminhos de esperança. Reproduzimos, aqui, algumas expressões que mais nos tocaram:

Seremos capazes de levar a Palavra só se estivermos curvados sobre a Palavra, mas é importante lembrar que antes de tudo, a Palavra é que se curvou sobre nós com a Encarnação do Filho de Deus. Ser habitadas pela Palavra é curvar-nos, abaixar-nos diante dela, para poder proferir palavras que salvam, que abrem novos horizontes, liberam energias inesperadas, palavras que libertam e não que aprisionam, palavras com “lampejos de profecia”, porque fazem perceber, por detrás de nossas palavras, a Palavra. É esse o principal objetivo de nossa missão.

Continuando os trabalhos de ontem, em assembleia tentamos, antes de tudo, uma convergência sobre o problema-chave que interpela hoje a nossa vida de apóstolas da Palavra. A seguir, primeiro em grupo e depois em assembleia, foram oferecidas e discutidas as orientações acerca dos conteúdos, metodologia, envolvimento, à comissão que deverá preparar e realizar os Encontros continentais de apostolado-economia.

Esta sessão intercapitular de dois dias resultou em um valioso envolvimento para encaminhar o processo de redesenho do apostolado em resposta à segunda prioridade assumida pelo capítulo geral. Cada processo se desenvolverá em etapas: preparação e realização dos encontros continentais, transmissão dos conteúdos às comunidades e setores apostólicos e avaliação no 10º Capítulo geral daquilo que foi possível realizar.

Agradecemos desde já ao governo geral e à comissão para os Encontros continentais de apostolado-economia, pela escuta atenta dos nossos desejos e pelo empenho em melhorar e atualizar a missão paulina hoje, qualificando as iniciativas consolidadas e abrindo-nos com coragem ao “mundo digital”.